Implemente sua simplicidade…

Posted On 11 setembro, 2008

Filed under Artigos, Dicas, Não Leiam
Tags: ,

Comments Dropped leave a response

Olá Leitores, buscando algo sobre o problema da mochila, encontrei um artigo que me chamou atenção.

Clique aqui e descubra qualé a dessa estranha mosca.

Que motivos levam uma mosca a se posicionar exatamente na linha de tiro de um mictório na Holanda? Ela gosta do cheiro? Do lugar? Dos fenômenos que se precipitarão sobre ela?

Eis aqui mais um dos mistérios insondáveis da Natureza. Peço a você o obséquio ler o texto abaixo para que entenda o porquê deste estranho comportamento animal..

Mictórios inusitados – detalhe

Antes de entrar propriamente na questão da mosca, peço que aprecie este exemplar guilhotinha, que deve ser usado por sua própria conta e risco.

Visando a aprimorar a pontaria, mostre seu talento e não pare de marcar gols.

Este não é propriamente um mictório, mas há quem o aprecie deveras, em função do prazer que dizem proporcionar a uns e outros.

Neste caso, uma visão atraente e sugestiva certamente motiva o usuário a aproveitar bem todo o tempo que dedicará à micção.

Este outro traz os dizeres que traduzo: “Por favor tente e erre o chão”.

Eis aqui um mictório com conotações de política externa americana.

E agora um que é emoldurado com uma escultura de gosto duvidoso, mas sem dúvida bastante sugestiva. O único ponto preocupante é se o usuário se acostumar e, mais tarde, estando na situação real, decidir fazer na parceira o mesmo que faz no mictório.

E agora, guardei o melhor para o final — o lance da mosca. Vou traduzir os dizeres: “Em Amsterdam, o piso sob o mictório do aeroporto de Schipol passaria em qualquer inspeção, equiparando-se ao chão duma sala cirúrgica. Mas ninguém se apercebe disso. O que todos notam, no entanto, é que em cada mictório existe uma mosca.

Mas olhe com mais cuidado e a mosca se transforma na verdade no desenho do contorno escuro de uma mosca, aplicado na porcelana. Isto melhora a mira. Se um homem vê uma mosca, ele mira nela. Pesquisas em mictórios-com-mosca revelaram que tais desenhos reduzem os respingos externos em cerca de 80%. Além disso, dão ao usuário algo no que pensar. Eis aí um perfeito exemplo de controle de processo“.

Viu, uma solução pode vir de coisas mais triviais e simples, implemente sua simplicidade… use Ruby =)

Anúncios