Twitter como arma terrorista?

Posted On 27 outubro, 2008

Filed under Noticias
Tags: ,

Comments Dropped leave a response

Acabei de receber o Newsletter da info com o seguinte assunto: Twitter como arma terrorista?

Achei bem estranho, e fui dar uma olhadinha mais aprofundada

Algumas passagens da Noticia, sobre o Twitter:

(…)

Como principais armas do “eixo do mau” estariam o GPS, o VoIP e o mais temido Twitter. Em uma das passagens, o informativo da milícia diz: “O Twitter também se tornou uma ferramenta para socialistas, grupos de direitos humanos, vegetarianos, anarquistas, comunidades religiosas, ateístas, entusiastas políticos e hacktivistas para se comunicarem e aumentarem suas audiências”.

O principal argumento para haver uma vigilância das forças americanas na rede social seria a rápida disseminação de informação por meio do microblogging. No documento, os militares citam que o terremoto ocorrido em Los Angeles, dia 29 de julho, por exemplo, foi reportado por um membro do Twitter quatro minutos antes de qualquer artigo noticioso. Tratando-se de suspeita de bomba, é um período relativamente grande.

(…)

Acho um pouco exagerado falar que o Twitter é uma arma Terrorista, logo porque o twitter seria um dos últimos lugares que alguem colocaria informações confidências como um ataque aos EUA.

Outras noticias da info sobre Twitter

BlogBlogs.Com.Br

Anúncios

Problemas ao instalar Fast-Debuger (ruby-debug)

Posted On 27 outubro, 2008

Filed under Dicas
Tags: , ,

Comments Dropped leave a response

Sempre tiver bastante problemas com essa GEM, mas por besteira minha mesmo, alguem pode cair nessa besteira também por isso vou compartilhar =)

Não me recordo do primeiro erro, mas bastou instalar o build-essencial (no Ubuntu) para tudo funcionar, para seu S.O. é instalar o pacote de compilação padrão.

Mesmo assim gerou esse segundo erro.

maxprox@maxprox-desktop:~$ sudo gem install ruby-debug-0.10.0.gem
Building native extensions.  This could take a while...
ERROR:  Error installing ruby-debug-0.10.0.gem:
ERROR: Failed to build gem native extension.

/usr/bin/ruby1.8 extconf.rb install ruby-debug-0.10.0.gem
extconf.rb:1:in `require': no such file to load -- mkmf (LoadError)
from extconf.rb:1

Gem files will remain installed in /usr/lib/ruby/gems/1.8/gems/ruby-debug-base-0.10.0 for inspection.
Results logged to /usr/lib/ruby/gems/1.8/gems/ruby-debug-base-0.10.0/ext/gem_make.out

Então Bastou instalar o ruby1.8-dev, no Ubunto necessita apenas de ir no synaptic e pedir para instalar.

pronto. problema resolvido.

maxprox@maxprox-desktop:~/Área de Trabalho$ sudo gem install ruby-debug-0.10.2.gem 
Building native extensions.  This could take a while...
Building native extensions.  This could take a while...
Successfully installed linecache-0.43
Successfully installed ruby-debug-base-0.10.2
Successfully installed ruby-debug-0.10.2
3 gems installed
Installing ri documentation for linecache-0.43...
Installing ri documentation for ruby-debug-base-0.10.2...
Installing ri documentation for ruby-debug-0.10.2...
Installing RDoc documentation for linecache-0.43...
Installing RDoc documentation for ruby-debug-base-0.10.2...
Installing RDoc documentation for ruby-debug-0.10.2...

Morena OpenSource

Posted On 23 outubro, 2008

Filed under Uncategorized
Tags: ,

Comments Dropped 6 responses

Eu não fui no Rails Summit =\

Infelizmente muitos e muitos fatores influênciaram nesse fato, foi de meu conhecimento muitos dos acontecimento de lá e entre tantas palestra de qualidade o que mais me chamou atenção foi um projeto que aconteceu durante o evento o Morena OpenSource Muito linda essa morena :).

Quer uma dessas pra você? infelizmente não dá de fazer um fork nela mais no projeto dá, então babe um pouco vendo essa beldade.

git clone git://github.com/railssummit/morena_opensource

Ubuntu 8.10 (Intrepid Ibex)

Posted On 23 outubro, 2008

Filed under Noticias
Tags: ,

Comments Dropped leave a response

Ubuntu Logo

Olá, estou animado por causa do lançamento da nova versão do Ubuntu que sai agora dia 30 de Outubro, por dois motivos vai ser minha primeira mudança de versão, sim começei a usar Ubunto na versão 8.04, e outra nesse pouco tempo de uso desse sistema ele se tornou meu SO preferido :). abaixo algumas das novidades dessa nova versão.

1°) Entre as novidades da nova versão da distro, encontramos um aperfeiçoamento na utilização e suporte para conexões 3G(claro que não era difícil, mas nada melhor que simplificar ainda mais o processo).

2°) Se você sempre pensou que poderia haver uma conta default para usuários hóspedes, agora sua idéia passará para o plano real. O novo Ubuntu criará usuários temporários(que por questões de segurança não terão acesso a nenhuma informação de outros usuários cadastrados no sistema nem acesso à escrita na máquina) para utilização de funções básicas e emergenciais no sistema.

3°) Outra coisa boa na próxima versão Ubuntu é um novo diretório privado(~ / Privado), o qual não será acessado por outros usuários (pois terá permissão chmod 700). E o que o torna melhor ainda: este diretório é criptografado!

4°) Sabe quando você atualiza todos os seus repositórios e sistema fazendo aquele upgrade que deixa vários pacotes “bagunçados”? Pois é, a nova versão do Ubuntu oferecerá um sistema de limpeza que lhe auxiliará quanto a esta “baguncinha” em seu sistema.

5°) Imagine que você demorou dias para convencer uma pessoa a usar o Ubuntu devido às vantagens trazidas e, justamente na hora de instalar você esqueceu o CD ou não pôde levá-lo devido ao tamanho! Agora o Ubuntu poderá ser instalado diretamente de um pendrive.

6°) Os desenvolvedores estão tentando acelerar cada vez mais o tempo de inicialização do sistema. Assim como nos mais novos KDE(que demoram poucos segundos para chegar a uma fase plenamente operacional), a versão GNOME do Ubuntu 8.10 tentará inicializar o mais rápido possível.

7°) O instalador do Ubuntu, que ainda não havia sido modificado desde a criação do sistema, finalmente será atualizado, recebendo um visual mais prático.

8°) Quanto ao “fontconfig” no qual temos de modificar manualmente o arquivo de configuração das fontes, trata-se de ser alterado. Um confortável GUI nos permitirá alterar as nossas configurações de fontes no GNOME. É especialmente útil quando muitos usuários trabalham em um computador.

9°) Finalmente foi criado um sistema de abas para o Nautilus. Agora poderemos criar divisões para facilitar nossa navegação nos arquivos.

10°) Foi implementada uma atualização no Synaptic a qual fará com que suas pesquisas retornem os resultados em um momento. Basta escrever o que você está procurando (por exemplo, “áudio”) e os resultados serão exibidos quase que instantâneamente(e você nem precisa pressionar a tecla Enter).

Algumas outras mudanças incluem: Softwares para RAID na BIOS / suporte ao FakeRAID , melhor suporte ao Flash, mais rápida instalação de DVD, integração do PackageKit(kit de pacotes) , uma melhor gestão de energia, correção ortográfica e de melhorias na estrutura menu.

Além das mudanças citadas, há outras que poderão ser adquiridas no site e no fórum do Ubuntu, mas das mudanças anunciadas, as que citei acima certamente farão grande diferença aos já adeptos do sistema.

Desejando mais informações, acesse http://ubuntuforums.org/

Post Retirado de: http://www.zoomdigital.org/2008/09/07/ubuntu_810/

Colocando Códigos Coloridos no WordPress

Posted On 23 outubro, 2008

Filed under Dicas
Tags: , , ,

Comments Dropped one response

Para quem tem seu wordpress hospedado em dominio próprio é facil, instala-se o wp-sintaxe e tudo fui.

Já quando seu blog está no dominio do WordPress, eles impedem a instalação de plugins por motivos de segurança. escrevi varios posts com os códigos dentro de tags <pre> para poder haver um destaque(ficou Horrível). busquei em varios outros blogs a solução mas nada, até que um dia dando uma olhada no meu Reader Achei o blog do Cassio Marques que estava no dominio do WordPress e utilizava SintaxeHighLighter em seus códigos Ruby. então tive que perguntar, a resposta foi rapida e por incrível que pareca simples.

basta inserir a seguinte tag em modo de edição HTML


SEU CÓDIGO

Esse código chama a função de um plugin chamado dpHighlight que transforma seu código em uma caixa com sintaxe colorida em diversas linguagens. Dei uma olhada no Plugin de acordo com eu ele colore as seguintes linguagens:

Php – “php”
Xml – “xml”
C# – “csharp”
Delphi – “delphi”
JavaScript – “jscript”
Python – “python”
Sql – “sql”
Visualbasic – “vb”
Ruby – “ruby”
Css – “css”
C++ – “cpp”
Java – “java”

DEMO

PHP


@a = "aa"

[a,1,:d=&gt;'s']

Ruby


@a = "aa"

[a,1,:d=&gt;'s']

CSharp


@a = "aa"

[a,1,:d=&gt;'s']

🙂

Como Instalar Sqlite3 no Ubuntu

Posted On 23 outubro, 2008

Filed under Uncategorized
Tags: , , ,

Comments Dropped 3 responses

Fala Galera

Para testar o Getna em diversos bancos de dados, como já tenho mysql e postgres, então resolvi instalar o Sqlite3 no meu Ubuntu. vamos lá.

userdev@dev-02:~/Área de Trabalho$ sudo gem install sqlite3-ruby
Building native extensions.  This could take a while...
ERROR:  Error installing sqlite3-ruby:
        ERROR: Failed to build gem native extension.

/usr/bin/ruby1.8 extconf.rb install sqlite3-ruby
checking for fdatasync() in -lrt... yes
checking for sqlite3.h... no

make
make: *** Sem regra para processar o alvo `ruby.h', necessário por `sqlite3_api_wrap.o'.  Pare.


Gem files will remain installed in /var/lib/gems/1.8/gems/sqlite3-ruby-1.2.4 for inspection.
Results logged to /var/lib/gems/1.8/gems/sqlite3-ruby-1.2.4/ext/sqlite3_api/gem_make.out

para Corrigir esse erro basta instalarmos a biblioteca libsqlite3-dev

userdev@dev-02:~/Área de Trabalho$ sudo apt-get install libsqlite3-dev 
[sudo] password for userdev: 
Lendo lista de pacotes... Pronto
Construindo árvore de dependências       
Lendo estado da informação... Pronto
Os seguintes pacotes foram instalados automaticamente e não são mais necessários:
  gnome-splashscreen-manager
Use 'apt-get autoremove' para removê-los.
Pacotes sugeridos:
  sqlite3-doc
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
  libsqlite3-dev
0 pacotes atualizados, 1 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 1 não atualizados.
É preciso fazer o download de 0B/265kB de arquivos.
Após esta operação, 737kB adicionais de espaço em disco serão utilizados.
Selecionando pacote previamente não selecionado libsqlite3-dev.
(Lendo banco de dados ... 194821 arquivos e diretórios atualmente instalados.)
Descompactando libsqlite3-dev (de .../libsqlite3-dev_3.4.2-2_i386.deb) ...
Instalando libsqlite3-dev (3.4.2-2) ...

e agora sim podemos instalar nossa gem sem problemas

userdev@dev-02:~/Área de Trabalho$ sudo gem install sqlite3-ruby
Building native extensions.  This could take a while...
Successfully installed sqlite3-ruby-1.2.4
1 gem installed
Installing ri documentation for sqlite3-ruby-1.2.4...
Installing RDoc documentation for sqlite3-ruby-1.2.4...

🙂
Até a Próxima.

DotaKey – Agilizando seus combos!

Posted On 18 outubro, 2008

Filed under Uncategorized
Tags: , , ,

Comments Dropped 6 responses

Falae Galera do mal.

Bom eu uso! alguns chamam se cheat(não é, programa permitido em partidas oficiais) outros dizem ser programa de noob(pode até ser, mas não pense que você pode ganhar de alguem que use). Eu acho que é uma otima ferramenta para auxiliar e melhorar a jogabilidade. a grande maioria dos games possuem teclas de skill ou outras coisas sequencialmente, e de facil acesso ao dedos.

No Warcraft as hotkeys geralemente são letras que compõem o nome da skill ou da função, meio complicado você jogar com um hero que tem skills q,g,p,F12(XD). isso não é um caso mas tem alguns que se parecem muito :P.

Download

Só baixar e instalar.

Comandos Básicos

  • q,w,e,r   skills 1,2,3 e ult sucessivamente
  • a,s,d,f    comandos move,stop,holdposition e attack
  • 2,3,4,5  itens do inventário
  • Z for      ativa permanetemente as barras de life em todas as unidades(pra mim a mais util)
  • F3,F4,F5 e F6 mensagens rapidas (-cs,-ms,-ma e link para o site oficial)
  • F8 ativa o Dotakeys
  • F9 ativa o chat mode
  • F7 Permite a inserção das teclas do Heros Manualmente.

Configurando o Hero

___

2-Configurando o Heroi
Qnd c configura os atalhos do hero q vc esta usando, as teclas q,w,e,r se tornam as skills 1,2,3 e o ult.Existem duas formas de configurar os atalhos do HEroi:

A-Manual: Aperte F7 ai aparecerá “DotaKeys: Please Type *YOUR* hero shortcuts…”, vc deve digitar os atalhos das skills 1,2,3 e do ult sucessivamente, para descobrir
quais são os atalhos das skills basta colocar o cursor sobre a skills e ver a letra q aparece destacada no nome da skill.Apos vc digitar 4 letras independente de quais sejam
aparecerá “DotaKeys: You typed: x,x,x,x”, sendo xxxx os atalhos digitados.Esse modo pode ser mais dificil mais naum tem erro.

B-Automatico: Basta vc apertar enter (chat) e digitar “\hero-code”, sendo o HERO-CODE as 4 iniciais do nome do Heroi.
por ex: Drow RAnger chama-se Traxex ai vc digita “\trax”, qnd vc digitar a ultima letra automaticamente fechará o chat e aparecerá
“\w You control Drow Ranger [r,e,t,m]”, entaum as teclas q,w,e,r serão configuradas para serem r,e,t,m.
Esse modo eh mais facil mais pode naum dar certo as vezes.

Obs:O nome do heroi é o q está acima da barra de exp não o q está dentro, sendo MAIOR q as outras palavras.

Uma coisa chata do Dotakey é quando pra falar no chat o sistema dele funciona da seguinte maneira.
aperta ENTER ele desabilita, aperta ENTER de novo ele reabilita, pra que isso? quando você aperta ENTER você entra em modo chat e você não quer digitar tudo errado(letras trocadas) no chat, então ele se auto desabilita, caso você cancele (aperte ESC) o dota key vai estar desabilitado e você não irá conseguir usar as hotkey e se você for digitar outra vez as teclas estaram todas desconfiguradas O.o… para resolver e é simples aperter ENTER e Depois ESC. pronto tudo normal, o problema é se isso acontecer bem no meio do bagaço XD.

Qualquer coisa estamos ai.
Nick GARENA: [xXx]MaxRider
___

___

___

___

___

__

___

Git: Participando de um projeto OpenSource no GitHub – Comandos

Posted On 18 outubro, 2008

Filed under Dicas, Tutoriais
Tags: ,

Comments Dropped 2 responses

Então, Coloquei esse titulo porque não achei outro que descrevesse o que estou postando, então vamos a esplicação.

Estou trabalhando no GEtna (Lê se Guetna[GET+na] e não Jetna 🙂 ) em casa e no trabalho as vezes faço umas modificações e as sempre esqueço de dar push de minha casa ou no trabalho, quando tento dar push de algum dos dois dá a maior zica, encontrei a solução para o meu problema, mas ai estou com outro bem chato que me acompanha desde que começei com git, a terrivel e enjoada mensagem:

fatal: protocol error: expected sha/ref, got '
*********'

You can’t push to git://github.com/user/repo.git
Use git@github.com:user/repo.git

*********’

Como eu tenho ódio disso ai, então fui as pesquisas, demorei bastante até entrar em um gist que me levou até um post do blog do Nathaniel Felsen, e ai consegui resolver meus problemas. ok vamos lá.

Ao tentar dar um:

$ git push

Eu me deparei com o erro acima a solução encontrada é seguir os passos a seguir, usei o GEtna como exemplo:

O Caminho Certo (the Right Way)

Já vou adiantando os passos necessários para que você resolva seu problema são P6 e P8.

Esses comandos foram feitos no respositorio de local para um branch chamado working:

P1-$ git clone git://github.com/LuizCarvalho/getna.git
P2-$ cd getna
P3-$ git branch --track master origin/master
P4-$ git branch working master
P5-$ git checkout working
P6-$ git remote add working git@github.com:LuizCarvalho/getna.git
P7-$ git fetch working
P8-$ git push working working:refs/heads/working
P9-$ git config branch.working.remote working
P10-$ git config branch.working.merge refs/heads/working

Esplicando cada comando mais detalhadamente

Primeiro passo: Clonar o repositório

$ git clone git://github.com/LuizCarvalho/getna.git

Segundo passo: Entre dentro do diretório (Não tente atravessar o monitor, use o comando cd O.o)

$ cd getna

Passo três: esse eu não entendi, mas coloquei XD, como não testei não sei dizer pra que serve, mas se está no maneira certa de fazer eu não podia tirar  :), na versão original ao invés de master está edge, como não tenho nenhum branch edge coloquei meu master mesmo.

$ git branch --track master origin/master

Passo quatro:  Criando a branch Working a partir do meu master, assim eu faço meus merges (*.*) depois com mais calma

$ git branch working master

Passo cinco: Mudando de Branch (da atual para working)

$ git checkout working

Passo Seis: Adicionando Referências remotas ao meu repositório

$ git remote add working git@github.com:LuizCarvalho/getna.git

Passo Sete: Buscando e sincronizando o repositório local com o remoto

$ git fetch working

Passo 7,5: Na verdade não existe esse passo lá, mas eu achei que deveria ter algo assim O.o pra ter um caminho completo, pois se você realizou modificações no projeto você necessita comitar antes de enviar então:

$ git commit -a -m "Descrição das Alterações"

Passo Oito: Dando Push no repositório. Opa, agora é a hora de dar errado, depois de tanto trabalho o truque estava no passo 6,7 e 8, essa seqüência é a seqüência que deve ser realizada para não se obter aquele erro indesejável. :).

$ git push working working:refs/heads/working

Passo Nove e Dez: SImplificando o trabalho. Agora que nosso novo branch está no repositório remoto, iremos simplificar nosso trabalho, configurando nosso push para sempre “empurrar” o código de nosso gerador sempre para esse repositório.

$ git config branch.working.remote working$ git config branch.working.merge refs/heads/working

Com isso necessita-se apenas de um comando para enviar nossas alterações:

$ git push

Bem melhor não? para buscar no repositório basta um

$ git pull

Espero que isso ajude, pois pra mim isso foi muuito útil.

até a proxima.

Colocando Códigos Com Sintaxe Colorida no Microsoft Office Word

Posted On 17 outubro, 2008

Filed under Dicas
Tags: , , ,

Comments Dropped leave a response

Voltando com uma dica simples mas que me fez quebrar a cabeça aqui com minha monografia, como colocar meus códigos Ruby, Java C++, HTML, CSS e tantos outros com a Sintaxe Colorida no Word?

Infelizmente não é apenas copiar e colar :P, é simples use HTML, eu sabia disso mais conseguia gerar HTML com o Netbenans (Arquivo->Imprimir em HTML), mas tentava copiar e colar do HTML e mesmo assim ficava sem o colorido 😦 .

Então lembrei como havia feito basta apenas você salvar o HTML e abrir com o Word, então agora sim você pode copiar e colar seu código em seu outro documento que estará tudo perfeito, caso seu editor não possua opção de exportar para HTML(o que eu acho bem difícil) você pode utilizar o GeSHi é só colar no form Demonstration, escolher a linguagem e pronto, após isso salve o HTML e abra com o Word.

Espero que tenha ajudado B)

Erro ao dar Push no repositório GIT

Posted On 2 outubro, 2008

Filed under Uncategorized
Tags: , ,

Comments Dropped 3 responses

Aqui vai um resumo de como eu resolvi esse problema 🙂

Eu sou novato tanto em GIT quanto em qualquer outro software de versionamento. nubei de mais XD

IMPORTANTE:

isso não é um tutorial, ou seja não siga os passos dele para obter um bom resultado, mas partes desse evento podem ser uma solução para seu problema. erros de português tem aqui aos montes… waaalleee!!

Bom quando fui dar o simples e corriqueiro git push no getna me veio o seguinte erro:

git push
To git@github.com:user/repo.git
! [rejected] branchname -> branchname (non-fast forward)
error: failed to push some refs to 'git@github.com:user/repo.git'

Após realizar uma pesquisa, logo veio a solução, como eu havia feito alterações no código em meu trabalho com uma versão mais antiga(a que estava no GIT) do que eu tinha em minha casa(esqueci de “pushar” o código) então necessitava dar um comando para pegar o código que estava no git

git pull

simples não?

Como retorno obtivemos

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git pull
remote: Counting objects: 28, done.
remote: Compressing objects: 100% (12/12), done.
remote: Total 17 (delta 7), reused 0 (delta 0)
Unpacking objects: 100% (17/17), done.
From git@github.com:LuizCarvalho/getna
   31ef4ca..3df45aa  master     -> origin/master
 * [new branch]      trunk      -> origin/trunk
You asked me to pull without telling me which branch you
want to merge with, and 'branch.master.merge' in
your configuration file does not tell me either.  Please
name which branch you want to merge on the command line and
try again (e.g. 'git pull  ').
See git-pull(1) for details on the refspec.

If you often merge with the same branch, you may want to
configure the following variables in your configuration
file:

    branch.master.remote =
    branch.master.merge =
    remote..url =
    remote..fetch = 

See git-config(1) for details.

Bom… melhorou mais ainda não funcionou…

eu tinha uma certeza que devia fazer um merge… mas num sabia como fazer isso, dei um:

git checkout master

apareceu algumas coisas, ai achei que agora iria funcionar, é hora do merge:

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git merge trunk
trunk - not something we can merge

é acho que não funcionou… :(, no tutorial do Akita pareceu tão facil, nao entendi essa de não poder mesclar….

bom pensei um pouco eu tenho a seguinte situação

tenho:

getna V1(master) – github
getna V2(master) – em casa
getna V3(trunk) – github

hum, acho que eu baguncei de mais… acho que o que eu estou tentando é unir V2 e V3. mas e V1…

hum… esperem… isso pode funcionar vo fazer um teste.

git branch -a
* master
  origin/master
  origin/trunk

Opa. hum eu tentei dar um merge no master(V2)… que é o branch que eu estou no momento… e esse origin/master… acho que ele é o master que esta no github(V1)…vamos ver… o que é um peido pra que já esta cagado não é mesmo? 😀

git merge origin/master

generators/getna/doc/rdoc-style.css: needs update
generators/getna/templates_1/controller.rb: needs update
generators/getna/templates_1/functional_test.rb: needs update
generators/getna/templates_1/helper.rb: needs update
generators/getna/templates_1/layout.html.erb: needs update
generators/getna/templates_1/style.css: needs update
(...)
Auto-merged generators/getna/USAGE
CONFLICT (content): Merge conflict in generators/getna/USAGE
Automatic merge failed; fix conflicts and then commit the result.

OHHHHH!!! que isso? acho q agora sim *.*

Mas esperem, que negocio é esse de merge failed… vix… acho que não foi… hum vo tentar de novo eu gostei desse merge XD

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git merge origin/master
You are in the middle of a conflicted merge.

Ein? que isso ai agora? porque dessa vez não funcionou? :(, vo ver esse arquivo USAGE ai

<<<<<<< HEAD:generators/getna/USAGE
== Getna 

=======
script/generator getna xxx
>>>>>>> origin/master:generators/getna/USAGE

Que isso meu deus do céu??? O.o. De onde veio esse código doido?

Hum… esse é a tal das tags de conlfito…. vo resolver essa budega.. vo tirar a parte que eu n quero mais.

== Getna 

script/generator getna xxx

Aew. eu quero assim  =)

e agora… to com medo de c*gar de novo o código…. to nem ai XD

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git merge origin/master
You are in the middle of a conflicted merge.

Ué. mas eu resolvi essa carniça ai agorinha… O.o

deixa eu ver aqui.

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git status
generators/getna/USAGE: needs merge
# On branch master
# Changed but not updated:
#   (use "git add/rm <file>..." to update what will be committed)
#
#    unmerged:   generators/getna/USAGE
#    modified:   generators/getna/USAGE

AAHHH, tô ligado… acho que vou ter q adicionar de novo pra funcionar.

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git add .

hum… acho que agora eu uso o tal do rebase… pra refazer todas as mudanças nos dois desde o incio. =) vamos ver o que dá.

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git rebase --continue
You must edit all merge conflicts and then
mark them as resolved using git add

O.o, mas que p*rra… vo adicionar só  o arquivo agora.

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git add generators/getna/USAGE

Hum… deixa eu verificar o status de novo.

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git status
# On branch master
# Changes to be committed:
#   (use "git reset HEAD <file>..." to unstage)
#
#    modified:   generators/getna/USAGE
#

Opa, animei de novo. agora parece tudo ok. vamos de novo:

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git rebase --continue
You must edit all merge conflicts and then
mark them as resolved using git add

VSF!!! Q RAIOSSS!!!

vo desistir… ¬¬… sabe de uma coisa vo commitar assim mesmo, sei que não vai funcionar mas nasci pelado, careca e banguela… agora o que vier é lucro.

maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git commit -m "resolvendo conflitos"
Created commit 8284ddb: resolvendo conflitos
maxprox@maxprox-desktop:~/NetBeansProjects/GEtna/vendor/plugins/getna$ git push
Counting objects: 32, done.
Compressing objects: 100% (14/14), done.
Writing objects: 100% (19/19), 4.49 KiB, done.
Total 19 (delta 7), reused 0 (delta 0)
To git@github.com:LuizCarvalho/getna.git
   3df45aa..8284ddb  master -> master

UAHuaHuHuHAuhAUAHUahUAhuHau

Yuhuuuuuuuu!!! YEAAHH!!!!

AMÉMMM!!!

XUPA QUE EH DE UVAAA!!

CREU CREU CREEUU!!

=) que louco! funcionou!

heheh

Viva AO GIT!

__________________-
__________________
_______________