Primeiros Passos com GitHub

Posted On 13 agosto, 2008

Filed under Dicas
Tags:

Comments Dropped one response

Olá

Depois de um tempinho sem postar (todos blogista fala isso) voltando com algo não tão novo.
quando você cria um repositório essas mensagens aparecem, bom é só seguir e vai estar tudo bom.

Mas sou uma pessoa de memoria não tão boa, e para relembrar os comandos tinha que criar outro repositório para ver como se fazia, então vou postar aqui que fica mais facil pra mim, e vai facilitar para os sem memorias como eu.

Go!

Global Setup:

git config –global user.email o_email_que_voce_cadastrou@xxx.com
EX: git config –global user.email maxonrails@gmail.com

Proximo Passo:

mkdir [repositorio]
cd [repositorio]
git init
touch README
git add README
git commit -m ‘first commit’
git remote add origin git@github.com:[Usuario]/[repositorio].git
git push origin master

mkdir getna
cd getna
git init
touch README
git add README
git commit -m ‘first commit’
git remote add origin git@github.com:Maxonrails/getna.git
git push origin master

Existindo o repositorio git…

cd repositorio_git
git remote add origin git@github.com:Maxonrails/getna.git
git push origin master

Anúncios

GEtna – Ep. 3: Mapeando Tabelas do Banco de Dados

Primeiro passo de nosso gerador Rails era buscar todas as tabelas do banco de dados e criar a estrutura inicial… outro problema após algumas horas vendo documentação… bingo! nada XD, Pedindo ajuda para nossa comunidade de sábios desenvolvedores do rails-br, obtive varias sugestões como: De Buscar Pelo Model de Abraão Coelho, Cássio Marques, infelizmente não serviu, pois ainda não tenho model algum, necessito cria-los. Renan Andrade teve uma otima ideia, já que até agora eu defini que o banco seria MySQL poderia fazer um simples:

mysql> show tables; <= mostra as tabelas;
mysql> describe suatabela; <= exibe sua tabela com as descrições do campo.

OK, Mas queria algo mais pratico, tinha certeza que o ActiveRecord poderia fazer isso, e não ia desistir de encontrar.

Estava tentando algo bem bobo como:

ActiveRecord::Base.column_names

Me deparei com o seguinte erro:

NoMethodError: undefined method `abstract_class?’ for Object:Class
from /var/lib/gems/1.8/gems/activerecord-2.1.0/lib/active_record/
base.rb:1915:in `class_of_active_record_descendant’
from /var/lib/gems/1.8/gems/activerecord-2.1.0/lib/active_record/
base.rb:1277:in `base_class’
from /var/lib/gems/1.8/gems/activerecord-2.1.0/lib/active_record/
base.rb:1012:in `reset_table_name’
from /var/lib/gems/1.8/gems/activerecord-2.1.0/lib/active_record/
base.rb:1008:in `table_name’
from /var/lib/gems/1.8/gems/activerecord-2.1.0/lib/active_record/
base.rb:1145:in `columns’
from /var/lib/gems/1.8/gems/activerecord-2.1.0/lib/active_record/
base.rb:1158:in `column_names’
from (irb):16

Ricardo S Yasuda e Davis Zanetti Me abriram os olhos quanto ao metodo que só funciona em uma instancia do ActiveRecord e não em uma Classe Abstrata, isso foi muito importante para a minha conclusão.

Ulisses de Albuquerque Deu uma dica boa sobre Adapters mas isso ainda não era claro pra mim, mas foi muito importante isso ai.

Juan Maiz então me endicou uma saída, utilizar o Sequel Uma solução perfeita para meus problemas, mas fiquei um pouco desanimado pensando que o ActiveRecord… o Poderoso ActiveRecord não tinha tal funcionalidade… e tambem que meu simples generator tenha que usar alguma dependência tão primitivamente para realizar uma pequena tarefa. Bom não desisti e fui feliz em minha busca e insistência.

@con = ActiveRecord::Base.connection
@table_names = @con.execute(‘show tables’)

Está ai, nossas tabelas 🙂 legal né, saí juntando as dicas do pessoal todo e bingo, saiu alguma coisa, bom com isso já posso começar…, mas como sou meio curioso e me animei com esse negocio e não custava nada dar uma adentrada a mais… olha o que descobri…

@con = ActiveRecord::Base.connection
@table_names = @con.tables

😀 Que legal, não era que o ActiveRecord Tinha mesmo o bendito Método… só um pouco de pesquisa e fica simples.

Agradeço a toda a Comunidade.

Abraços

Para ver todos os posts Sobre Getna clique aqui

GEtna – Ep. 2: Primeiros Passos

Posted On 6 agosto, 2008

Filed under Artigos
Tags: , , , ,

Comments Dropped one response

Iniciar meu Projeto… e agora por onde devo começar?

Primeiro a definição do projeto, ué é um gerador… então vamos criar um gerador. uma googlada básica e “Gerador em Rails“, bom nesse tutorial já me sanaram outra duvida, Plugin ou Gem como no tutorial ensina a fazer um plugin, advinha o que eu fiz?

Criamos o Projeto Rails

rails projetogetna

e fizemos exatamente o que está no tutorial, bom funcionou até um certo ponto o ultimo arquivo, deu pau lá nas migrates, mas acho que deve ser por causa da versão do Rails.

Comecei a “programar” depois de algumas horas tentando entender o funcionamento e brincando com Rails::Generator::NamedBase, como um bom iniciante vindo de uma metodologia totalmente diferente, tentei Debugar o codigo com o rubydebug-base fui até o bom e velho Grupo rails-br onde, dentre todas as comunidades que eu passei, encontro a galera mais prestativa dessas comunidades de Programação. onde Davis Zanetti, Diego Carrion,Tino Gomes e Cássio Marques Deram uma Força, e mandaram (Pra varias Escrever teste), bom eu ainda to meio engatinhando nessa parada de testes, mas pow, to no Rails. e estou começando uma longa jornada ate a dominação desse metodo.

Como ainda não sou Hábil com isso achei uma solução, no mínimo, “Gambiarral” fazer saidas do sistema tirei a ideia do post do Diego Carrion:

“Para não precissar debugar acho que o melhor é ter bons logs, ai caso
aconteça um erro, voce pega os dados do log e cria um novo teste :D”

A maneira que eu fiz foi gerar saidas do sistema com os conteúdos das variaveis usando o

$stdout.print

O Codigo fica um pouco feio XD, mas foi a minha saída:


$stdout.print ARGS
runtime_args.each { |i|  $stdout.print#{i}\n }

Bo isso funciona e garante alguns dias a mais sem Testes.

Para ver todos os posts Sobre Getna clique aqui

GEtna – Ep. 1: A ideia

Posted On 5 agosto, 2008

Filed under Artigos
Tags: , , ,

Comments Dropped leave a response

Reta Final do meu Curso de Bacharelado em Ciência da Computação a Surgiu a pergunta… “e agora qual vai ser o tema de meu TCC?”. Após vários conflitos entre eu e meu parceiro de Monografia (Sim, Aqui se faz(ia) monografia em Dupla) finalmente consegui convence-lo de fazer algo em RubyOnRails, ele é meio Neofóbico queria por que queria fazer algo em PHP,

Minha proposta era fazer um projeto Open Source de um Gerador Rails que apartir de um Banco de dados gera-se toda a estrutura inicial de um Projeto Rails, algumas características que estarão presente no projeto:

Models – Com relacionamentos(Has_many,Has_many Throught, Belongs_to)

Controllers – Carregando informações sobre objetos relacionais

Views

Routes

Validations – cria-se validações para inteiros, flutuantes, tamanhos e de presença.

Migrates

Customização da aplicação através de layouts pré-definidos.

Tests – Criação de Testes unitários e funcionais básicos.

Suporte multi-Linguagem – pode-se gerar interface em diversas linguagens (PT-

Br,En,…)

Bom para muitos pode até não ser grande coisa, mas eu tenho apenas 3 meses de Rails, e só por ser Rails já ajuda na nota. Outro fator que me obrigou a não tentar algo mais complexo foi o caso da Monografia em Dupla, ontem acabaram com isso, então vou ter que me virar só em 4 meses pra implementa tudo fazer toda a parte escrita, ainda passar em todas as outras matérias restantes e sem esquecer que trabalho, ou seja não vai ser nada fácil.

Agora uma boa explicação para o nome GETNA, bom após algumas noites pensando não tive nenhuma idéia boa, quando, assistindo um documentário sobre vulcões o locutor disse “(…) saindo das entranhas da terra o vulcão Etna Gera um espetáculo incrível(…) ” aquele luzinha acende sobre minha cabeça, Gerar um espetáculo… isso que eu queria que meu plugin/gem (Ainda não decidi, tá mais para Plugin mesmo ) fizesse. Vamos então a formulação do nome:

Tentei algo de Mitologia:

Grega

Hefesto
HefestoDB
Enceladus

Mitilogia Sumérica
Nergal

Mitologia Babilônica
Angaraka

Mitologia Indiana
Pifoedus

Hawaiana
Buhul

Não gostei de nenhum, ai voltei ao inicio:
Etna
EtnaDB

Getna … Num sei porque, gostei desse! 🙂

Após Decidido o Nome Vamos a logo 🙂

Essa aqui é a primeira instância. Deve ocorrer algumas modificações futuras.

Getna Logo - Fundo TransparenteGetna Logo - Fundo Preto

Bom até agora foi isso que foi feito, desejem-me boa sorte!

Abraços!

Livro Repensando a Web Com Rails versão PDF Dispovivel para Download!

Posted On 3 agosto, 2008

Filed under Noticias
Tags: , ,

Comments Dropped 2 responses

Hoje Pela manhã fui ver minha caixa de email quando me deparo com o seguinte:

“Livro Repensando a Web Com Rails versão PDF Disponível para Download!”

O.o…?

Ontem fiz o pedido do meu exemplar junto a editora. e logo hoje pela manhã vejo uma dessas… vejo que a pirataria está bem adiantada por aqui, já temos “pouco” material de qualidade no Brasil e os que existem são alvos de tal ação, que no final das contas faz com que cada vez menos pessoas tentem criar.

Bom fui em frente ver o que era o tal email.



Baixe Agora o Livro de fabio Akita – Repensando a Web com Rails. Versão PDF
Repensando a Web com Rails

baixar Tokiwa Data Recovery


Pirata Web Rails © 2000 – 2008

Retirei os link, vou explicar por que adiante.

O botão (que foi roubado do site do Baixaki pelo jeito, porque veio nomeado como “Tokiwa Data Recovery” O.o) levava ao site Easy Share, vi o arquivo de 35KB, Obvio que não era o livro do Akita, como eu estava no Ubuntu baixei o arquivo tranquilamente… e advinha o que acho, Oh! Um VÍRUS!! (pra Windows claro 😛 ).

O Arquivo Livro_Akita.zip continha os arquivos livro_akita.pdf e abrir_livro.bat (PS: uahuahuahauhauha), isso foi um trabalho muito mal feito, creio que ninguém cairia numa dessas, abri o código abrir_livro.bat.


@echo off
rename livro_akita.pdf livro_akita.com
livro_akita.com


O bat renomeava o .PDF para um .COM (Executável do DOS/Windows) e o executava… Um vírus, segundo a empresa ESET do antivírus NOD32 chamado um vírus desconhecido do tipo NewHeur_PE virus Um Tipo de Vírus de Infiltração utilizando em grande parte por email que leva ao download do malware , como em nosso caso, tipos como  Win32/Zafi.B, Win32/Mydoom.R, Win32/Bagle.X e muitos outros são encaixados nesse perfil.

Esse tipo de virus tem a capacidade de buscar pastas no disco com nomes comuns como upload, share, music e video se auto copiam gerando nomes falsos, tentam se enviar por contas de e-mail via P2P, e ainda bloqueiam ferramentas administrativas como msconfig.

Pelo jeito o cara é gênio não? errado, esse vírus é difundido por todos os lados o cara apenas fez o estúpido .bat que fez com que sua jogada fosse levada ao nível mais baixo da ingenuidade. Primeiro o cara está difundindo vírus de terceiros, não esta ganhando nada com isso, e segundo ele acabou com a jogada do vírus, que tem como fator principal a falsa impressão de ser uma URL como http://sitefuleiro.xzy.netgratis.babaca/okut.com esse .com é o lance.

Triste não!
Fico desapontado por ações (mesmo idiotas como essa) aconteçam em nossa comunidade, no head do email o meu email e o email do Cairo Noleto, acho que outros menbros da comunidade Rails devem ter sido alvo desse email tambem..

Atalhos e Comando para Windows XP

Posted On 2 agosto, 2008

Filed under Dicas
Tags: ,

Comments Dropped 12 responses

Hoje estava eu querendo realizar alguns comando no windows, havia procurado antes algo por ai, mas nada hoje achei em um blog muito bom uma vasta lista desses comando o blog é HardSoftDicas Muito bom.
alem da referência vou anexa-las. todos os creditos é desse blog. abraços.


Lista com vários atalhos para facilitar seus trabalhos em casa ou no trabalho.
1 – Atalhos rápido para os itens do desktop

Clique com o botão direito do mouse sobre a barra de tarefas do Windows (a barra onde fica o botão Iniciar).
Em seguida, selecione a opção Barra de Ferramentas e clique no item Área de trabalho.
Ao lado do relógio do Windows, aparecerá um botão chamado Desktop.
Na seta desde botão, há atalhos para todos os itens que estão na Área de trabalho do Windows.
Esse é um recurso interessante para quem trabalha com muitas janelas abertas.

2 – Comando do menu Executar do Windows XP

Abaixo estão listados os principais arquivos executáveis presentes no Windows e suas respectivas funções:
Para executar os.programas, clique em Inicar > Executar, digite o nome do arquivo e clique em OK

Nome dos Arquivos e sua Função

Accwiz.exe – Acessa o Assistente de Acessibilidade
Calc.exe – Executa o programa Calculadora
Charmap.exe – Executa o Mapa de Caracteres
ChkDsk.exe – Executa o Scandisk em ambiente simulado DOS
CleanMgr.exe – Executa a Limpeza de Disco
CliconFg.exe – Executa o utilidade Rede para clientes do SQL Server
CMD.exe – Executa o Prompt de Comando do DOS
Control.exe – Acessa o Painel de Controle
DxDiag.exe – Ferramenta de Diagnóstico do Direct X
EudCedit.exe – Executa Editor de caracteres especiais
Explorer.exe – Acessa o Windows Explorer
Magnify.exe – Executa a Lente de aumento do Windows XP
MSconfig.exe – Utilitário de configuração do Sistema
MsHearts.exe – Executa o Jogo de Copas
Mspaint.exe – Executa o Paint Brush
Mstsc.exe – Abre a janela para conexão de área de trabalho Remota
NetSetup.exe – Executa o Assistente para configuração de rede doméstica
Notepad.exe – Acessa o Bloco de Notas
Ntbackup.exe – Assistente para Backup e restauração
Osk.exe – Executa o teclado Virtual
PergMon.exe – Gerenciador de Desempenho do Windows XP
Regedit.exe – Acessa o ambiente de exploração do registro do Windows
Rstrui.exe – Executa o Assistente para restauração do Sistema
Sol.exe – Executa o Jogo Paciência
Spider.exe – Executa o Jogo Spider
TaskMgr.exe – Gerenciador de Tarefas do Windows
Telnet.exe – Acessa o ambiente DOS possibilitando a comunicação Remota
Winchat.exe – Bate Papo do WindowsWrite.exe – Wordpad do Windows

Ferramentas Administrativas

comexp.msc – Serviços de Componentes
compmgmt.msc – Gerenciamento do Computador
eventvwr.msc – Visualizar Evento
gpedit.msc – Diretivas de Grupos
odbcad32.exe – Fontes de Dados (ODBC)
perfmon.msc – Serviço de componentes
secpol.msc – Diretiva de Segunça Local
services.msc – Serviços

3 – Atalhos de teclados gerais

ALT+a letra grifada em um nome de menu (Exibir o menu correspondente)
ALT+ENTER (Exibir as propriedades do objeto selecionado)
ALT+ENTER (Exibir as propriedades para o item selecionado)
ALT+ESC (Circular através de itens na ordem em que eles foram abertos)
ALT+F4 (Fechar o item ativo, ou encerrar o programa ativo)
ALT+SPACEBAR (Abrir o menu de atalho da janela ativa)
ALT+SPACEBAR (Exibir o menu de Sistema da janela ativa)
ALT+TAB (Alternar entre itens abertos)
BACKSPACE (Exibir a pasta em um nível acima em Meu Computador ou no Windows Explorer)
CTRL enquanto arrasta um item (Copiar o item selecionado)
CTRL+A (Selecionar tudo)
CTRL+C (Copiar)
CTRL+ESC (Exibir o menu Iniciar)
CTRL+F4 (Fechar o documento ativo em programas que permitem que você tenha vários documentos abertos simultaneamente)
CTRL+RIGHT ARROW (Mover o ponto de inserção para o início da palavra anterior)
CTRL+RIGHT ARROW (Mover o ponto de inserção para o início da próxima palavra)
CTRL+RIGHT ARROW (Mover o ponto de inserção para o início do parágrafo anterior)
CTRL+RIGHT ARROW (Mover o ponto de inserção para o início do próximo parágrafo)
CTRL+SHIFT com qualquer tecla de seta (Destacar um bloco de texto)
CTRL+SHIFT enquanto arrasta um item (Criar um atalho para o item selecionado)
CTRL+V (Colar)
CTRL+X (Cortar)
CTRL+Z (Desfazer)
DELETE (Excluir)
ESC (Cancelar a tarefa atual)
LEFT ARROW (Abrir o próximo menu da esquerda, ou fechar um submenu)
RIGHT ARROW (Abrir o próximo menu da direita, ou abrir um submenu)
SHIFT com qualquer tecla de seta (Selecionar mais de um item em uma janela ou no desktop, ou selecionar o texto em um documento)
SHIFT quando você insere um CD-ROM na unidade de CD-ROM (Impedir que o CD-ROM execute automaticamente)
SHIFT+DELETE (Excluir o item selecionado permanentemente sem colocá-lo naLixeira)
SHIFT+F10 (Exibir o menu de atalho do item selecionado)
Tecla F2 (Renomear o item selecionado)
Tecla F3 (Pesquisar um arquivo ou pasta)
Tecla F4 (Exibir a barra de Endereços em Meu Computador ou no Windows Explorer)
Tecla F5 (Atualizar a janela ativa)
Tecla F6 (Circular através de elementos da tela em uma janela ou no desktop)
Tecla F10 (Ativar a barra de menu no programa ativo)

4 – Atalhos de teclado em caixas de dialogo

ALT+Letra grifada (Executar o comando correspondente ou selecionar a opção correspondente)
BACKSPACE (Abrir uma pasta um nível acima se uma pasta estiver selecionada na caixa de diálogoSalvar como ou Abrir)
CTRL+SHIFT+TAB (Mover para trás através das guias)
CTRL+TAB (Mover para frente através das guias)
ENTER (Executar o comando para a opção ativa ou botão)
SHIFT+TAB (Mover para trás através das opções)
SPACEBAR (Selecionar ou limpar a caixa de verificação se a opção ativa for uma caixa de verificação)
TAB (Mover para frente através das opções)
Tecla F1 (Exibir Ajuda)
Tecla F4 (Exibir os itens na lista ativa)
Teclas de seta (Selecionar um botão se a opção ativa for um grupo de botões de opção)

5 – Atalhos de teclado naturais da Microsoft

CTRL+Logotipo do Windows+F (Pesquisar por computadores)
Logotipo do Windows (Exibir ou ocultar o menu Iniciar)
Logotipo do Windows+ L (Travar o teclado)
Logotipo do Windows+BREAK (Exibir a caixa de diálogo Propriedades do Sistema)
Logotipo do Windows+D (Exibir o desktop)
Logotipo do Windows+E (Abrir Meu computador)
Logotipo do Windows+F (Pesquisar um arquivo ou pasta)
Logotipo do Windows+F1 (Exibir Ajuda do Windows)
Logotipo do Windows+M (Minimizar todas as janelas)
Logotipo do Windows+Pause (Propriedades do sistema)
Logotipo do Windows+R (Abrir a caixa de diálogo Executar)
Logotipo do Windows+SHIFT+M (Restaurar as janelas minimizadas)
Logotipo do Windows+U (Abrir o Gerenciador de Utilitário)

6 – Atalhos de teclado para acessibilidade

ALT esquerdo+SHIFT esquerdo+NUM LOCK (Alternar entre ligar e desligar Teclas para mouse)
ALT esquerdo+SHIFT esquerdo+PRINT SCREEN (Alternar entre ligar e desligar Alto Contraste)
Logotipo do Windows + U (Abrir o Gerenciador de Utilitário)
NUM LOCK por cinco segundos (Alternar entre ligar e desligar as Teclas de Alternância)
SHIFT cinco vezes (Alternar entre ligar e desligar as Teclas de Aderência)
SHIFT direito por oito segundos (Alternar entre ligar e desligar as Teclas de filtragem)

7 – Atalhos de teclado para Windows Explorer

END (Exibir a base da janela ativa)
HOME (Exibir o topo da janela ativa)
LEFT ARROW (Recolher a seleção atual se estiver expandida, ou selecionar a pasta pai)
NUM LOCK+sinal de asterisco (*) (Exibir todas as subpastas que estão sob a pasta selecionada)
NUM LOCK+sinal de mais (+) (Exibir o conteúdo da pasta selecionada)
NUM LOCK+sinal de menos (-) (Recolher pasta selecionada)
RIGHT ARROW (Exibir a seleção atual se estiver recolhida, ou selecionar a primeira subpasta)

8 – Teclas de atalho para o mapa de caracteres

Após clicar duas vezes em um caractere na grade de caracteres, você pode mover-se através da grade utilizando os atalhos de teclado:

CTRL+END (Mover para o último caractere)
CTRL+HOME (Mover para o primeiro caractere)
DOWN ARROW (Mover para uma linha abaixo)
END (Mover para o fim da linha)
HOME (Mover para o início da linha)
PAGE DOWN (Mover uma tela abaixo de cada vez)
PAGE UP (Mover uma tela acima de cada vez)
RIGHT ARROW (Mover para a direita ou para o início da próxima linha)
RIGHT ARROW (Mover para a esquerda ou para o fim da linha anterior)
SPACEBAR (Alternar entre o modo Ampliado e Normal quando um caractere está selecionado)
UP ARROW (Mover para uma linha acima)

9 – Atalhos do teclado para janela do MMC (Microsoft Management Console)

ALT+A (Exibir o menu Ação)
ALT+ENTER (Exibir a caixa de diálogo Propriedades, se houver, para o item selecionado)
ALT+F (Exibir o menu Arquivo)
ALT+F4 (Fechar o console)
ALT+O (Exibir o menu Favoritos)
ALT+sinal de menos (-) (Exibir o menu de janela da janela ativa no console)
ALT+SPACEBAR (Exibir o menu da janela MMC)
ALT+V (Exibir o menu Exibir)
CTRL+F10 (Maximizar a janela ativa do console)
CTRL+F4 (Fechar a janela ativa do console) Quando um console possui apenas uma janela de console , este atalho fecha o console)
CTRL+F5 (Restaurar a janela ativa do console)
CTRL+M (Adicionar ou remover um item de console)
CTRL+N (Abrir um novo console)
CTRL+O (Abrir um console salvo)
CTRL+P (Imprimir a página atual ou página ativa)
CTRL+S (Salvar o console aberto)
CTRL+W (Abrir uma nova janela)
SHIFT+F10 (Exibir o menu de atalho de Ação para o item selecionado)
Tecla F1 (Abrir o tópico de Ajuda, se houver, para o item selecionado)
Tecla F2 (Renomear o item selecionado)
Tecla F5 (Atualizar o conteúdo de todas as janelas do console)
Tecla F5 (Atualizar o conteúdo de todas as janelas do console)

10 – Navegação de conexão de dektop remoto

ALT+DELETE (Exibir o menu do Windows)
ALT+HOME (Exibir o menu Iniciar)
ALT+INSERT (Circular através dos programas na ordem dos usados mais recentemente)
ALT+PAGE DOWN (Alternar entre programas da direita para a esquerda)
ALT+PAGE UP (Alternar entre programas da esquerda para a direita)
CTRL+ALT+BREAK (Alternar entre uma janela e a tela inteira do computador cliente)
CTRL+ALT+END (Abrir a caixa de diálogo Segurança do Microsoft Windows NT)
CTRL+ALT+sinal de mais (+) (Colocar um instantâneo da área de janela inteira do cliente na área de transferência do servidor de Terminal e fornecer a mesma funcionalidade que pressionar ALT+PRINT SCREEN em um computador local).
CTRL+ALT+sinal de menos (-) (Colocar um instantâneo da janela aiva no cliente na área de transferência do servidor de Terminal e fornecer a mesma funcionalidade que pressionar PRINT SCREEN em um computador local).

11 – Atalhos para o internet explorer

CTRL+B (Abrir a caixa de diálogo Organizar Favoritos)
CTRL+E (Abrir a barra de Pesquisa)
CTRL+F (Iniciar o utilitário de Localizar)
CTRL+H (Abrir a barra de Histórico)
CTRL+I (Abrir a barra de Favoritos)
CTRL+L (Abrir a caixa de diálogo Abrir)
CTRL+N (Iniciar outra instância do navegador com o mesmo endereço na Web) CTRL+O (Abrir a caixa de diálogo Imprimir)
CTRL+R (Atualizar a página atual da Web)
CTRL+T (Abrir uma nova guia em branco)
CTRL+W (Fechar a janela atual)

12 – Atalhos para o Firefox

CTRL+H (Abrir a barra lateral com o histórico)
CTRL+T (Abrir uma nova guia em branco)
CTRL+TAB (Abrir as guias à direita)
CTRL+Shift+Tab (Abrir guias à esquerda)
CTRL+Shift+T (Abrir uma guia acidentalmente fechda)
CTRL+L (Para entrar a URL ou procurar por um na barra de endereço)
CTRL+Enter (Inserir o sufixo .com sem precisar digitar)
CTRL+Shift+Enter (Inserir o sufixo .org)
SHIFT+Enter (Inserir o sufixo .net)